Gliose: O que é isso?

Por Maramélia Miranda ** (Atualização em Fev 2015)

 

Muitas vezes você pode receber o resultado do seu exame de ressonância magnética do crânio, e ler no laudo ou conclusão do exame:

“Focos de alteração de sinal inespecíficos na substância branca cerebral, que pode corresponder a gliose e/ou desmielinização.” ou;

“Focos de alteração de sinal na substância branca cerebral de aspecto inespecíficos, comumente relacionados à gliose e/ou microangiopatia e/ou doença isquêmica de pequenas artérias cerebrais.”

Calma e muita calma! Estas pequenas manchas brancas na substância branca do nosso cérebro podem ocorrer em alguns indivíduos, sobretudo naqueles com histórico de doenças crônicas, como doença renal, hipertensão, diabetes, doenças cardíacas, aqueles que tenham sido submetidos a cirurgias cardíacas, etc.

Na grande maioria dos casos, tratam-se de alterações absolutamente benignas, que aparecem porque nestas pequenas áreas há uma parada de chegada de sangue, consequente morte das células no local, com o surgimento das alterações, que aparecem como focos mais pretos na tomografia, e mais brancos do que o cérebro normal nas sequências T2 da ressonância (veja figura – CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR).

fasekas

A gliose pode ocorrer por vários fatores, como o avançar da idade, e/ou associação com as doenças crônicas relatadas acima. Outras vezes, podem acontecer pela ocorrência de AVC (Acidente Vascular Cerebral), do tipo quando ocorrem pequenas isquemias prévias (como se fossem pequenos focos do cérebro onde faltou oxigenação, e aquela área “morre”), e o que se vê no exame de ressonância ou tomo é uma alteração do sinal ou densidade do tecido do cérebro semelhante à gliose.

Muitos pacientes com demência por Doença de Alzheimer podem apresentar os sinais de gliose ou microangiopatia mais espalhados no cérebro. Mas atenção! Apenas estas alterações, sem haver os sintomas específicos da doença, não significam que a pessoa tem Alzheimer, ou vai ter esta doença degenerativa.

Em raros casos, os ditos focos de gliose podem ser, na verdade, focos de desmielinização, semelhantes a Esclerose Múltipla, que é um tipo de doenças auto-imune.

+++ Acidente Vascular Cerebral – AVC

+++ Doença de Alzheimer – Reconhecendo seus sintomas

Ou seja, não é fácil saber o que realmente significa o achado de focos de gliose numa ressonância do crânio apenas com o laudo do exame na mão. O melhor a fazer é ficar tranquilo (porque na grande maioria das vezes, não é nada grave), conversar com o médico que pediu o exame de imagem do cérebro, que você receberá todas as explicações. Na dúvida sobre o que pode ser, um bom conselho é procurar um neurologista para avaliar se o indivíduo teve ou não alguma isquemia (um AVC), sem ter percebido. Caso este seja o diagnóstico, a importância é achar a causa da isquemia e dar o medicamento correto para preveni-la.

TALVEZ VOCÊ QUEIRA LER TAMBÉM…

+++ Ataque Isquêmico Transitório ou Isquemia Transitória

+++ Acidente Vascular Cerebral

+++ Microangiopatia cerebral

 

** Dra. Maramélia Miranda é neurologista com formação pela UNIFESP-EPM, especializada em AVC e Doppler Transcraniano, editora do blog iNeuro.com.br.

166 thoughts on “Gliose: O que é isso?”

  1. Tenho 60anos.
    Fiz uma ressonância . O resultado foi sugestivo de gliose decorrente de microangiopatia .Estou preocupada ,porque sinto muita tontura e tremedeira

  2. Fiz uma tomografia dia 05/01/2018 após ter levado um escorregão onde na queda bati com a cabeça no chão.
    A conclusão do médico radiologista foi que : prováveis focos de gliose por micros violaria na substância branca supratentorial. Alteração ivolumétrica do parênquima encefálico. Alternativas carotídea. Acúmulo de secreção nos seios etmoidais.
    O que significa tudo isso?

  3. Fiz uma tomografia do cranio em 26.10.2017. Só peguei o resultado hoje.
    Pequeno foco hipodensa na substância branca profunda frontal direta podendo representar lacunas ou espaço perivascular alargado. É preocupante?

  4. Fiz uma tomografia do crânio o resultado deu pequeno foco hipodensa na substância branca profunda frontral direita, podendo representar lacuna ou espaço perivascular alargado.
    Estava com dores na cabeça, na testa e na nuca. E essa semana tive tontura.

  5. Há 2 meses zumbido contínuo, ( mais acentuada ouvido D), RM estruturas vasculares apresentando íntima relação com trajeto cisternal do sétimo e oitavo pares cranianos, com projeção para o interior do conduto auditivo interno D.
    Pequenas áreas de alteração de sinal na substância branca, de aspecto inespecífico , sugerindo desmielinização / gliose ( secundário a arteriolopatia incipiente ?).
    Ao pegar no sono durmo tranquilo, Durmo e acordo com o zumbido, PA 120×77 – Masc. 53 anos há 30 em atividade insalubre.
    Qual maneira de melhor acabar ou diminuir o tal zumbido ?

  6. Tive tonturas, náuseas, o lado direiro do rosto ficou dormente, juntamente com a língua. Desequilíbrio e sempre recaía para o lado direito. Fiz uma ressonância receitada por um neuro e a impressão diagnostica foi:
    Áreas de alteração de sinal de substancia branca cerebral bilateralmente e no pendúculo cerebelar médio à direita, devendo-se considerar a possibilidade de áreas de desmielinização.
    O Dr me receitou o uso continuo de clopidogrel.
    Gostaria de saber um diagnóstico, não sito mais os sintomas citados acima, porem fiz duas ressonâncias e deram o mesmo resultados.

  7. Tenho 47 anos , tenho fortes dores de cabeça. Fiz uma ressonância Magnética, e o resultado foi: Focos esparsos de hipersinal nas sequências ponderas em T2 e FLAIR localizadas na substâncias brancas subcortical dos hemisférios cerebrais e perivetricular de aspecto inespecifico.

  8. Tenho 47 anos, sou mulher, meu resultado de Ressonância Magnética sem Contraste: Dois diminutos focos de Hipersinal no FLAIR/ T2 na substancia branca profunda dos lobos frontais, inespecíficos. A partir de fortes dores de cabeça bem sobre a cabeça .

    Por favor, me fale desse diagnostico.

  9. No exame de ressonancia magnetica do cranio da minha filha de 2 anos deu:

    Obtendo-se cortes multiplanares em varios ponderações sem a adm do meio de constraste, bem como axiais pela tec difusão.

    Opinião.: Múltiplas áreas de gliose/rarefação mielinica na substancia branca supratentorial, sobretudo adjacentes aos prolongamentos posteriores dos ventriculos laterais, inespecificas. Ela ainda não fala, só balbucia, demorou para andar e ainda tem problema na marcha.

  10. Na Rm deu focos de gliose da substância branca junto ao corno anterior do ventrículo lateral direito

  11. Tenho 61 anos e ultimamente estou sentido muita dor no pescoço entendendo para a cabeca.
    A dor é insuportável. Não consigo nem pensar direito quando ela surge.
    Tenho que me deitar após tomar medicamentos fortes prá essa dor passar.
    Meu resultado da Ressonância Magnética deu: focos esparsos de hipersinal na substância branca supratentorial, inespecificos, podendo corresponder a área de glicose e/ou microleucoangiopatia.
    Gostaria de saber o que isto pode significar.

  12. Boa Tarde
    Sofro com dores de cabeça terríveis que duram até 5 dias normalmente ceca com sente um olho vermelho e muita dor que vai da nuca te a região do olho alternando de lado da cabeça para o outro
    nunca foi os dois lados
    e nesse período tem um intervalo de 1 dia.
    Ou seja durante um dia a dor para e no dia seguinte começa doer o outro lado
    e terrível não consigo comer falar levantar da cama fico em estado vegetativo na cama no escuro dores realmente intensidade indescritível.
    Já perdi prego por causa disso.
    E quem não sofre com a dor não entendi.
    Fiz uma tomografia e no resultado saiu
    “Imagem sugestiva de pequena área com gliose parental”
    Não sei ao certo se devo me preocupar.

  13. Tenho 23 anos fiz o exame por conta de Enxaqueca o resultado da RM De cranio foi esse :

    Focos puntiformes esparsos de hipersinal em T2/FLAIR na substância branca dos hemisférios cerebrais,
    sem efeito expansivo, inespecíficos.

    o que seria?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *