Síndrome de Lennox-Gastaut

Por Maramélia Miranda ** (Atualizado Nov 2014)

O que é Lennox-Gastaut? A Síndrome de Lennox-Gastaut (SLG) é um tipo bem raro de epilepsia da infância, caracterizado primariamente por convulsões frequentes, de diversos tipos, que geralmente não melhoram completamente com os medicamentos anticonvulsivantes. A SLG costuma ocorrer nos primeiros anos de vida, e vir acompanhada de disfunções cognitivas, atraso do desenvolvimento neurológico e psicomotor das crianças afetadas. A SLG representa cerca de 1-4% das epilepsias da infância.

Causas. A síndrome pode ocorrer quando houve histórico de distúrbios que levam às lesões cerebrais durante a gravidez ou logo após o nascimento (prematuridade, asfixia neonatal, baixo peso extremo ao nascimento, infecções perinatais, como encefalites, meningites ou rubéola, ocorrência de anomalias do desenvolvimento do cérebro). Entretanto, cerca de 30-35% dos casos de SLG não tem causa diagnosticada.

Sintomas e evolução. A maioria das crianças começam a se desenvolver normalmente, mas iniciam sintomas de regressão das suas habilidades, em maior ou menor velocidade, em conjunto com o início das crises convulsivas – convulsões, que quase sempre aparecem sem febre, e ficam descontroladas, a despeito do tratamento com os medicamentos anti-convulsivantes. Outros sintomas, como alterações de personalidade e comportamento, humor lábil e variável, e retardo do desenvolvimento psicomotor e cognitivo – inteligência, podem aparecer na evolução do quadro.

Exames. Além do exame clínico e neurológico, feito pelo pediatra e neuropediatra, os médicos costumam pedir exames para ajudar este diagnóstico – exames de imagem do cérebro (tomografia e/ou ressonância do crânio) e o eletroencefalograma (EEG). Este último é um exame primordial, que mostra os achados característicos da SLG – descargas do tipo ponta-onda generalizadas.

Prognóstico. O prognóstico da SLG é bastante variável de criança para criança acometida. Apenas deve-se salientar que não há até o momento uma cura para a doença, e invariavelmente haverá crises convulsivas ao longo dos anos futuros. Um desenvolvimento neuropsico-motor normal é algo bastante incomum para as crianças com SLG. Os tipos de crises, inicialmente drop attacks, podem evoluir para crises parciais, complexas e secundariamente generalizadas. É comum o controle das crises ser mais efetivo ao longo dos anos, mas os problemas de comportamento e déficits cognitivos persiste e podem piorar. Não é incomum ocorrer evolução com crises psicóticas, agressividade e irritabilidade, o que deve ser prontamente reconhecido e tratado, para um melhor convívio social dos pacientes acometidos, bem como manter os cuidadores igualmente equilibrados para o ato de cuidar. As crianças em idade escolar devem receber educação em instituições para crianças especiais, ou serem educadas em casa, ou com presença constante de tutores pessoais, se em escolas normais. Os pais e cuidadores devem receber orientação sobre aconselhamento quanto ao futuro, a respeito de futura guarda legal e orientações sobre a vida civil dos indivíduos afetados.

** Dra. Maramélia Miranda é neurologista com formação pela UNIFESP-EPM, editora do blog iNeuro.com.br.

74 thoughts on “Síndrome de Lennox-Gastaut”

  1. Ola me chamo peterson e sou pai do manu de 4 anos.
    deixo meu what sap para trocarmos infirmações e ate mesmo formarmos um grupos 2197607-2043

  2. Tenho uma filha com 22 anos de idade,é já fez vários tipos de uso de medicamentos e at o momento ainda tem várias crises por dia é muito difícil passar um dia sem dar,uma de cada tipo,foi diagnosticada como epelipesia de difícil controle e tmbm como Lennox,mas at o momento ainda não teve um médico q pegasse o caso dela é tratasse,pois cada dia piora o quadro dela,pois tem crise q ela apaga e at machuca a cabeça,boca etc,hoje ela faz uso de trileptal de 600 é vimpat de 100,mas mesmo assim tem várias crises ainda não teve controle,é oq compricado e q ela tem o comportamento agressivo de não querer tomar os medicamentos q não ajuda e não sei mas oq fazer,vejo minha filha cada dia piorando sem poder fazer nada,pois minha cidade o único médico q tem não pega mas o caso dela p tratar porq dis q não é p então será q podem me dar uma resposta oq fazer ?

  3. Bom. Dia. Tenho. Um filho. De. 22anos. Ele. Tem. Crises. Desde. 3meses. De. Idade ao. Decorrer. Do. Tempo. Estas. Crises. Era. Bem. Leves .agora. Ele. Tem. Dado às crises. Constante. Tem. Dia. Que. O. Dia. Todo. Mesmo. Tomando. Remédio. Se. Tem. Algum grupo. No. Whatsapp. Que. Aborda este. Assunto. Meu ZAP. E. 024 988432733 eu fico. Atrasada. Com. Cada. Crise. Que. Ele. Da.por. Que. O. México. Disse. Que. Cada. Crise. E. Um. Apagão. Na. Mente

  4. A minha filha foi diagnosticada síndrome de West aos 6 meses e tbm ainda não encaixou bem o pescoço faz fisioterapia e toma depakine e clonazepam diminuiu o choro e as convulsões agora tem 3anos e está a babuciar e já ri. Senta com dificuldades por causa do pescoço Ainda não anda.

  5. Oi,qiero participar dos comentários; tenho 55 anos, desde o nascimento,tenho essa síndrome Lennox g.fico imaginando as crianças tomando topiramato.veja como ele reage: a enxaqueca embora de grau leve vem com tudo, preciso dormir ou ficar de castigo deitadinha até a dorcinha passar.Mais nada contra o medicamento.passei por vários; o topo. Inicialmente me tiro 10 kilos em cinco dias, motivo para isolamenro e medo embora tivesse muito precissando.me causou insônia por sete dias.agora controlei a alimentação menos carboitrato e o resto relevante.Mais é bem difícil Não desanime o médico e os exames, comportamentos denuncia a presição.Boa Sorte!!!

  6. Tenho uma filha com 42 anos de idade com crises convulsivas a 40 anos,depois de uma encefalite viral.
    Tem 15 anos acamada,traqueostomia,com sonda de jejunostomia.Paciente de alta complexidade.
    Ano passado foram 978 crises convulsivas
    Vimos tentando todas as indicações confiáveis para minimizar as crises
    Hoje ela usa fenobarbital,carbamazepina.Midazolam à noite.Quero tentar o keppra.
    Não perco a esperança. Ao longo desses 40 anos que ela está doente aprendi muito.”Apanhei muito.”Mas o fundamental é o que Iolanda Iume falou lá em cima no comentário dela:O AMOR!
    Tendo amor podemos prosseguir nessa missão buscando apoio e renovando a nossa fé a cada dia para prosseguir nessa nossa missão que nos foi confiada.
    Meu contato no Whatsapp é 021 999894310.Mas por favor se identifique e cite o assunto de imediato.Obrigada.

  7. Meu irmão tem a SLG, desde 3 dias de nascido, realmente o texto condiz com o perfil dele, ele foi crescendo como uma crianca normal, mas a partir dos 15 passou a ficar apatico, membros rigidos, crises de irritabilidade extrema. Hoje ele faz uso do Trileptal, Torval, Respidon e Frizium.
    Gostaria de um contato de um neuro para uma consulta sobre o Canabidiol.

  8. Minha filha tem epilepsia desde os 2 anos, já troquei vários medicamentos ao longo dos anos, mas foi a partir da amenorréia aos 14 anos que as crises pioraram, o neuro passou pra tomar o Keppra,junto com Topiramato e Lamotrigina, o keppra ajudou um pouco, logo depois entrou com a dieta cetogênica, fez um bom efeito no começo, ficou por mais de um ano, mas como não está tendo mais resultados a nutricionista está tirando. Ela fez o exame de vídeo EEG e aí fecharam o diagnóstico que ela tem essa síndrome, não tem cura, tem tratamentos paleativos, iremos tentar agora a neuromodulaçao, implantando o VNS, um marcapasso , é implantado pra dar imperceptíveis choques no nervo vago.Tenho esperança que melhore a qualidade de vida dela!

  9. Senhora Iolanda Yumi Tadokoro,

    Que lindo depoimento! Espero que as mães, pais, famílias que estão passando por isso leiam o que a senhora escreveu e saibam lidar com a situação tão lindamente e sábia quanto a senhora.

  10. as crises dessa sindrome tbm e d choro?chora 3ate 8dias sem parar?faz exams e nao acham nd?alguem na mesma situacao?

  11. minha filha veio a ter sindrome de lennox com 4anos apos meningite viral,encefalite,multiplos avcs e hidrocefalia.
    o neuro dela receitou 5medicamentos que cessarao quase que todas as crises e escapes de mais de 100crises por dia nestes 4meses nao vi ela apresentar mais nenhuma alem da de ausencia(clobazam/depakene/topiramato/hidantal e rivotril)
    e recomendou o canabidiol pra ela trata la
    .Hoje ela tem 7anos!

  12. Meu filho tem leves cacoetes, e junto com medicamentos, estou fazendo ACUPUNTURA. Vale a pena tentar, pois só os remédios creio que não ajudam em nada …

  13. olá tenho uma filha de 5 anos e ha 4 anos ela sofre da síndrome lennox e gastat, agora está na fase mais agressiva, pois tem mais 100 crises por dia , está bastante machucada, pois não fica quieta tbem, está hiperativa e eu estou sofrendo muito com ela; as medicacoes que usa nao fazem efeito nenhum; o neuro que acompanha ja abriu de mão dela, pois não sabe mais o que receitar. alguém aqui poderia me ajudar? meu waths 83987946034

  14. Bom dia tenho um filho de 3 anos que com meses começou a apresentar sintomas de que algo estava errado ,bom tem 3 anos que estamos lutando com esse difícil diagnóstico,as crises não param nunca,ele graças a Deus esta muito bem amparado o seu médico é referência no caso ,mas infelizmente não responde ainda a nenhuma medicação meu bebê ja teve mais de 100 crises por dia hoje ele faz uso do topiramato ,depakene, já usou o clobasan e agora esta com vimpat sem sucesso ainda ,,,,luto pela qualidade de vida do meu filho não iremos descansar eu e meu marido até conseguimos com que as crises diminua tenho muita fé intendo que é muito difícil pra nos mas nunca perco a esperança e desejo de coração muita força para cada um de nós nessa caminhada pela vida

  15. EM 23/03/2014 FIZ UM BREVE RESUMO SOBRE MINHA JOIA RARA QUE NESTE MÊS FEZ 23 ANOS . TENHO ACOMPANHADO OS DEPOIMENTOS E ACHEI COMO FORMA DE AJUDA ACRESCER ALGUMAS NOVIDADES.
    AS CRISES NUNCA FORAM TOTALMENTE CONTROLADAS E OCASIONALMENTE ACONTECEM OS ” ESCAPES”, QUE SÃO AS CRISES DE MAIORES INTENSIDADES E COM MAIS FREQUÊNCIAS TORNANDO DIFÍCIL AS ATIVIDADES E ATÉ NA ALIMENTAÇÃO. HÁ 6 MESES ENTRAMOS COM O KEPPRA 250MG (LEVITIRACETAM) JÁ MUITO CONHECIDO NA EUROPA E EUA E BEM ACEITO. SANOU COMPLETAMENTE OS ESCAPES , AS CRISES MENORES CONTINUAM MAS COM BEM MENOS FREQUÊNCIA E INTENSIDADE . HOJE MEDICO RODRIGO COM O KEPPRA, TOPAMAX, FRISIUM, LAMICTAL E BACLOFEN. DESCOBRI NESTA JORNADA QUE É IMPOSSÍVEL TER AS CRISES TOTALMENTE AUSENTES, QUE ESTAS ESTÃO DIRETAMENTE LIGADAS AO ESTADO E AÇÕES DAS PESSOAS MAIS PRÓXIMAS , PRINCIPALMENTE DA MÃE. QUE COM O TEMPO DA MEDICAÇÃO É PRECISO MUDAR POIS O PRÓPRIO CORPO É MUTÁVEL. APRENDI QUE O VERBO AMAR TEM VARIAS FASES DURANTE O CRESCIMENTO E CAMINHAMENTO DESTA JORNADA. APRENDI A PREVER ALGUMAS CRISES QUANDO NAS MUDANÇAS DE ROTINAS , COMO IR NUMA FESTINHA DE ANIVERSARIO OU CASAMENTO , ASSIM MEDICANDO ADEQUADAMENTE COM FRISIUM AUMENTANDO AS DOSES QDO NECESSSÁRIO, MAS MUITO BEM CONVERSADO E ACOMPANHADO PELO NEUROLOGISTA . O MEDICO SEMPRE ESTA INFORMADO DAS MUDANÇAS DE COMPORTAMENTO E DAS MEDICAÇÕES . COM O TEMPO , PRATICA E BOM SENSO CONSIGO CONTROLAR AS CRISES COM FRISIUM, MAS NUNCA SE AUSENTAM TOTALMENTE. PROCURAMOS NÃO DAR ENFASE ÀS CRISES, MAS TER UMA MELHOR CONVIVÊNCIA , NÃO AS INTENSIFICAMOS , TENTAMOS MINIMIZAR , ASSIM RODRIGO MESMO COM AS CRISES É ALEGRE, FAZ SUAS PERALTICES, SE MOVIMENTA AINDA ANDA SOZINHO , CUIDO PARA QUE NÃO SE MACHUQUE , MAS NÃO IMPEÇO QUE FAÇA O QUE QUER FAZER. NÃO FOI FÁCIL, FAMÍLIA É O MAIS IMPORTANTE, E AMAR AO MÁXIMO. AFINAL É PARA ISSO QUE ESTAMOS AQUI , NÃO É VERDADE ? RODRIGO SÓ VEIO PARA LEMBRARMOS DISTO. SOMOS UMA FAMÍLIA FELIZ.

    IOLANDA

  16. Oi, meu filho tem 1a8m e tem SW desde os oito meses, ele faz tratamento com depakene, vigabatrina, e iniciou tratamento com Dieta Cetogenica, a dieta melhorou as crises, porém ele fica muito irritado, chora demais e ñ dorme a noite e as vezes nem de dia, gostaria de uma ajuda caso tenha alguém nesta situação, pois sofro muito, ele ainda ñ segura a cabeça e nem o tronco, ñ senta e ñ anda, se alguém tiver alguma dica de tratamento por favor me ajudem, wats 11970304011, obg

  17. Olá. Tenho um filho de 17 anos. Tem Down, Lennox e autismo. Não sei mais o que fazer. Está trocando de remédios direto para ficar mais calmo, porém todos fazem efeito contrário. Agora está tomando Topiramato e Sonebon, o que melhorou ia espasmos. Só que está deixando ele vem agitado e não quer se alimentar direito. Tem dificuldades ora dormir. Alguém na mesma situação? Preciso muito de ajuda. Marly, queria conversar com VC. Vi que vc tem um filho Down e com West, gostaria de trocar experiências, tb se outra mãe na mesma situação da minha me procurem.
    Meu zap 11 980427125

  18. meu irmão tem 36 anos e desde de sua infância tem crises convulsivas muito forte as vezes dura uns 5 minutos, não tenho exatamente a certeza mais pela minhas pesquisas ultimamente leva a similaridade da sindrome de lennox gastaut,, o neuro receitou gardenal e cabamazepina, não sei se é o correto,

  19. meu irmão tem 36 anos e desde de sua infância tem crises convulsivas muito forte as vezes dura uns 5 minutos, não tenho exatamente a certeza mais pela minhas pesquisas ultimamente leva a similaridade da sindrome de lennox gastaut,, o neuro receitou gardenal e cabamazepina, não sei se é o correto,

  20. Boa noite, a minha cunhada tem sindrome de lenox gastaut. Meu marido e eu estamos planejando ter um filho e gostaria de saber se esta sindrome é por uma pre disposicao genetica?
    Obrigada

  21. Meu filho e usuário de drogas e tem crises de abstinência.
    Fica nervoso, ansioso,desvio de pesdonalidade. Foi SP psiquiatra ele passou esta medicação. TOPIRAMATO. Li a bula e não diz q seria para este caso.
    Se possível uma resposta. Agradeço

  22. Boa noite! Meu mano tem a síndrome, a primeira crise convulsiva foi aos 5 anos, 3 anos depois da meningite.
    Hoje está com 21 anos… e há dois meses iniciamos o tratamento com Canabidiol…. e as crises estão se controlando. Nesses dois meses teve menos de 12 crises e elas foram bem amenas. Lutem pelo CBD!
    Qualidade de vida para nosso amores.

  23. Já perguntou para o seu médico, sobre o uso de remédio a base de canabidiol?

  24. Oi tenho uma filha de 2 anos,diagnósticada com SW com 3 meses,desde 4 dias de vida apresenta crises convulsivas,ate hj nao sabemos a causa,diversos exames e nd…a neuro pediu um novo eeg,pois ela sempre apresentou um padrão de Hipssaritimia,no momento em uso de Fenobarbital Clobazam Sabril Depakene,apresenta 3 crises ao dia mas que nao chegam durar 2min,mto rápidas somente facial…alguem para troca de experiência meu Wats 05191577501

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *