MIR Trial: Não adianta adicionar mirtazapina a IRSS ou IRNS em depressão resistente

Alô, Alô, moçadinha!!!!

Leiturinha interessante. Publicação da BMJ do final de 2018.

Adicionar mirtazapina ao esquema de monoterapia com IRSS ou IRNS (dual) em depressão clinicamente resistente, neste estudo clínico fase III, não se mostrou estratégia benéfica. Essa ideia veio de estudos menores anteriores com resultados positivos da associação ser benéfica em pacientes resistentes à monoterapia.

Agora, este grande trial multicêntrico joga um baldinho de água fria nisso…

Artigo na íntegra, free online à disposição de todos!!!!!

Divirtam-se!

LINKS

Kesller et al. Mirtazapine added to SSRIs or SNRIs for treatment resistant depression in primary care: phase III randomised placebo controlled trial (MIR). BMJ 2018. 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

@ Copyright 2009-2017 .. iNeuro .. Neurologia Inteligente