Revisão: Manejo da Hemorragia Subaracnóidea espontânea

Por Maramelia Miranda

Excelente!!! Muito bom mesmo o artigo de revisão sobre HSA, publicado este mês na Cleveland Clinic Journal of Medicine, de autoria principal do nosso colega brazuca Leonardo Manoel, que fez Fellowship em NeuroUTI no St. Michael Hospital, em Toronto, e já voltou à terrinha (para sorte nossa e tristeza dos canadenses).

O artigo revisa todos os aspectos da doença, desde as escalas mais utilizadas, até fluxogramas de atendimento feitos no hospital canadense –> não deixem de ver as Figuras 2, 3 e 5 do artigo!!!! Algoritmos muito bons! O autor do artigo comenta (vejam acima, no link de comentários) sobre o trabalho e envolvimento das equipes para a montagem dos algoritmos de tratamento. Abaixo mais artiguinhos sobre o tema, igualmente interessantes…

hsa

HSA: Atualização 2015!!!

LINKS

Manoel et al. Managing aneurysmal subarachnoid hemorrhage: It takes a team. Cleveland Clinic J Med 2015. Artigo aberto para download.

Manoel et al. Aneurysmal subarachnoid haemorrhage from a neuroimaging perspective. Critical Care 2014. Artigo aberto para download.

Manoel et al. Safety of Early Pharmacological Thromboprophylaxis after Subarachnoid Hemorrhage. Can J Neurol Sci 2014. 


2 thoughts on “Revisão: Manejo da Hemorragia Subaracnóidea espontânea”

  1. Gostei muito do artigo.
    Inclusive montei uma aula em prezi sobre o artigo pra apresentar aqui na santa casa de porto alegre.

    Entretanto, tenho dois comentarios:
    Na escala original de Fischer, o Fischer 3 não é pior pra vaso espasmo?

    Outra – eu vi que não há citação de manitol na HIC…É proposital?

    Por último. ..sabendo que fenitoina profilatica perdeu espaço. ..e nos EUA prefere – se o levetiracetam…que DAE vocês recomendam para um paciente que tenha tido crise convulsivo (clínica ou eletroencefalografica?

    Obrigado.
    O Artigo é sensacional

    Rodrigo Carlos Veadrigo
    Neurologista, atuo em neurointensivismo

  2. Querida Maramélia, obrigado pelo post.

    Apesar de ser apenas um artigo de revisão, “Managing aneurysmal subarachnoid hemorrhage: It takes a team” reflete um trabalho intenso do nosso grupo que inclui não só a equipe de UTI, mas todo o time de neurorradiologia intervencionista encabeçado pelo Dr. Tom Marotta e Julian Spears, e o grupo de Neurocirurgia Vascular liderado pelo Dr. R. Loch Macdonald, a maior sumidade em HSA na atualidade. Passamos praticamente dois anos nos reunindo mensalmente para chegar a esse protocolo, que foi apresentado no “11th Annual Meeting of The Neurocritical Care Society, October 2013, Philadelphia, PA”. Tentamos incluir a melhor evidência atual, baseados na nossa experiência quanto grupo, mas respeitando os guidelines publicados pela American Heart/Stroke Association, Neurocritical Care Society, e European Stroke Organization.

    St. Michael’s é um hospital universitário, vinculado à Universidade de Toronto (UofT), responsável pelo atendimento especializado de pacientes com doença cerebrovascular, o que incluiu indivíduos com HSA. Aproximadamente 200 pacientes com HSA são tratados por ano, além dos pacientes com aneurisma cerebral não roto, tratados eletivamente.

    Fica aqui meu agradecimento ao St. Michael’s Hospital Subarachnoid Hemorrhage Committee (Dr. Andrew Baker, Simon Abrahamson, Aditya Bharatha, Julian Spears, Alberto Goffi, Dipanka Sarma, Andrea Rigamonti, Zul Kardareli, Walter Montanera, and R. Loch Macdonald). Espero que o artigo seja de bom auxílio.

    Boa leitura

    Léo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

@ Copyright 2009-2017 .. iNeuro .. Neurologia Inteligente