Síndrome das Pernas Inquietas

Por Maramélia Miranda**. Atualização em Junho de 2018.

Tags: pernas inquietas, distúrbio do sono, dormência nas pernas, síndrome das pernas inquietas, pernas irriquietas, restless leg syndrome,

 

A Síndrome das Pernas Inquietas ou irriquietas (SPI) é uma doença neurológica que se caracteriza pela sensação desconfortável sentida nos membros inferiores, quando se está em posição sentada ou deitada, com a necessidade urgente de levantar-se, caminhar ou movimentar as pernas.  A SPI pode começar em qualquer idade, mas costuma acometer adultos na maturidade, e piora com o envelhecimento. Pode causar distúrbios do sono, levando à sonolência durante o dia, e ser um fator de estresse durante as atividades de vida diária dos indivíduos acometidos, sobretudo em relação às atividades sociais, de trabalho e lazer.

Sintomas

Os sintomas mais comuns variam conforme o tipo de acometimento e queixas referidas pelos pacientes, e podem incluir:

  • Sintomas diurnos: Começam durante uma parada de atividade das pernas durante alguma atividade do indivíduo, quando se está deitado e parado, ou sentado por algum tempo, como, por exemplo, numa missa, apresentação, aula, palestra ou evento afim, em um teatro ou cinema. Esta sensação pode ser descrita de várias formas, como “coceira”,  “alfinetadas”, “comichão”, “formigamento”, “agonia”, “friagem”, “pernas querendo movimentar-se sozinhas”, etc. Os sintomas são aliviados pelo movimento, desde o simples esticar das pernas, até, mais frequentemente, o levantar e andar um pouco. Entretanto, algumas pessoas podem combater as sensações apenas balançando as pernas ou batendo os pés no chão. Estas formas de aliviar os sintomas principais é que deram o nome à síndrome (pernas irriquietas).
  • Piora dos sintomas à noite. Uma boa parcela dos pacientes apresentam os sintomas mais neste período do dia, com queixas de dificuldade em pegar no sono, por causa da sensação ruim assim que deitam-se na cama para dormir. Outros casos, entretanto, podem ter uma associação desta dificuldade ou insônia inicial, com a presença de movimentos ritmados nas pernas durante o sono mais profundo, situação que pode caracterizar o transtorno de movimentos periódicos do sono. Nestes casos, é comum a queixa de sonolência durante o dia.

Como ter esse diagnóstico?

É baseado nos sintomas referidos pelos pacientes, geralmente bem característicos, e na forma de alívio encontrada na história apresentada. Algumas condições são consideradas fatores de risco para o desenvolvimento da SPI, como história de algum familiar com a doença, a gravidez, que pode desencadear a abertura dos sintomas, deficiência de ferro, neuropatias periféricas e distúrbios metabólicos, como a insuficiência renal crônica.

Para o correto diagnóstico da SPI, o Grupo de Estudo Internacional em SPI – ” International Restless Legs Syndrome Study Group” – considera a presença de SPI quando há os quatro ítens descritos abaixo:

  • – Presença de forte, urgente e irresistível vontade de mover as pernas, acompanhada de sensação de desconforto destas. As sensações podem ser descritas como: formigamento, espetadas, ferroadas, repuxões, coceira ou agonia.
  • – Os sintomas se iniciam ou pioram quando do repouso, em posição sentada ou deitada.
  • – Os sintomas melhoram parcial e temporariamente com a atividade, como andar ou esticar as pernas.
  • – Os sintomas são mais intensos à noite.

Exames de sangue ou testes de condução nervosa e/ou muscular (eletroneuromiografia) podem ser realizados para excluir outras causas de SPI. A polissonografia, embora não necessária para a confirmação clínica, costuma ser pedida por causa da associação frequente da SPI com movimentos periódicos do sono. Na maioria dos casos não se identifica uma causa básica para a ocorrência da SPI.

Como tratar a Síndrome das pernas Irriquietas?

O tratamento baseia-se no uso de medicações para o alívio dos sintomas e melhora da qualidade de vida, sobretudo no aspecto do sono, para aqueles com as formas mais noturnas, e no aspecto social, para aqueles com sintomas mais diurnos, de inquietação das pernas quando do repouso, em eventos no trabalho ou atividades de lazer, como em viagens de avião, por exemplo.

Geralmente são usados medicamentos como o pramipexole, a levodopa / benzerazida, a gabapentina e diazepínicos. Estudos controlados publicados em 2012 observaram boa resposta ao tratamento com pregabalina. A reposição de ferro ou o tratamento da neuropatia periférica é realizada nos casos específicos com estas alterações.

O prognóstico e a evolução dos pacientes com SPI é bom, e a doença não costuma ter complicações a longo prazo. A informação sobre a doença aos pacientes e familiares é muito importante, para se evitar a peregrinação em diversos médicos e especialistas, e a realização desnecessária de muitos exames diagnósticos, à procura inadvertida de alterações reumatológicas ou da circulação nas pernas, exemplos não tão incomuns de acontecer.

 

 

** Dra. Maramélia Miranda é neurologista com com residência e pós-graduação realizados na UNIFESP-EPM, especializada em AVC e Doppler Transcraniano, e editora do blog iNeuro.com.br.

63 thoughts on “Síndrome das Pernas Inquietas”

  1. sinto isso desde criança, uma irritação, moleza, impaciência, mal estar generalizado nas pernas, caimbras um tormento que so alivia esticando e dando socos nas pernas…faço tratamento para depressão e ansiedade, mas as pernas continuam péssimas…detalhe minha irmã também tem…outra coisa sinto que elas esquentam,,,vou agora procurar um neuro….bom saber que vcs tem isso porque pra mim é confortante!!!as veses da vontade de enfiar uma faca pra ver o que tem dentro como foi relatado acima…..horrível mesmo….mais tenho esperança de ficar bom!!!!!1

  2. Olá. Já experimentei essa sensação algumas vezes e nem me lembrava mais. Hoje vim pesquisar sobre isso pq acho que é o caso de meu pai. Sugiro a vocês praticarem yoga regularmente e acima de tudo aprenderem a relaxar e desenvolver um profundo amor por vocês mesmos. Procurar o motivo que está impossibilitando de experimentarem a paz que está dentro de você. Yoga transformou a minha vida e desejo que vocês também transformem as suas. Paz e luz!!

  3. Bom dia.
    Eu tenho esse desconforto, é realmente horrível.
    Fui diagnosticada com depressão e pânico, tomei remédio por vários anos e não melhoravam meus sintomas. Até que percebi que me acordava com movimentos nas pernas e muitas vezes aconteciam quando estava adormecendo. Procurei uma neurologista, especialista em doenças do sono e fiz uma polissonografia. Tive 150 episódios na noite do exame, com 15 despertares. Ou seja quase não dormia, no outro dia ficava sonolenta, irritada… Imaginem isso por várias noites. Daí a aparência da depressão e síndrome do pânico. Fui a vários psiquiatras e nenhum deles pediu qualquer exame, foi logo medicando antidepressivos… Com o resultado da polissonografia a médica passou Cloridrato de Pramipexol, 25mg, aumentando para 2 por noite. É um remédio para Mal de Parkinson e já no dia seguinte acordei bem. Fui tirando os antidepressivos e como continuava bem retirei-os totalmente. Também passei a ter sintomas durante o dia, principalmente final da tarde quando vou desacelerando ou se vou descansar. A sensação é de coceira, cãibras, muita agonia. Mas a medicação é excelente para o problema e quando penso em descansar fora do horário habitual tomo outro comprimido uma hora antes.
    Infelizmente não tem cura e o tratamento com Pramiprexol é excelente. Procurem um neurologista, principalmente se for especialista em doenças do sono.

  4. Olá tenho esse desconforto nas pernas de noite e de dia da vontade de sair chutando tudo me da até uma sensação que me falta ar parece que o ar fica pesado tem tratamento pra isso.

  5. Olá tenho esse desconforto nas pernas de noite e de dia da vontade de sair chutando tudo me da até uma sensação que me falta ar parece que o ar fica pesado tem tratamento pra isso.

  6. Eu durmo e acordo no meio da noite e me dá isso, me dá uma vontade de esticar as pernas e estalar os dedos dos pés mas não passa, tenho isso desde de pequena, mas tinha parado agr voltou, mas acho q é por conta da minha ansiedade, pq vou viajar e tô anciosa aí me dá isso! É insuportável, agr tá piorando pq antes era só de noite, agr é de dia tbm ! Afff !!

  7. Olá eu estou com esses sintomas mas n é formigamento parece cócegas por dentro da perna n sei explicar só na perna esquerda, é horrível é preciso ficar mexendo ela. Faz uns meses que m durmo direto. Tbm n sei se é porque fiz redução de estômago a alguns anos. Aí tem noite q choro de raiva porq quero dormir e não consigo como agora

  8. Sinto como se minha perna ta saindo de uma anestesia,alguém sabe me dizer oque e isso.demoro a dormir.por favor qual o medico devo ir,alguém me ajuda pelo amor de DEUS.

  9. Olá eu sinto todas as noites uma coisa ruim que começa nos dedos do pé e vai pra perna ,e uma sensação que minhas pernas esta em um termio de uma anestesia,os dedos do pé fica desconfortável com uma dorzinha e uma leve queimação tenho que fazer massagem ou estala-los ,e muito ruim eu demoro dormir,essa sanção de anestesia acabando nas minhas pernas e horrível.ALGUÉM POR FAVOR PODE ME DIZER O QUE TA ACONTECENDO COM MINHAS PERNAS E PÉS?

  10. Ola, parabéns pelo blog. ontem postei uma contribuição mas creio q devido a muitas linhas não houve up load….poderiam verificar? Grato.

  11. Observei esses problemas a muitos anos atars quando viajava a noite de ônibus leito ou não, na hora de relaxar e tentar dormir……de lá para cá evolui dramaticamente e só alivia ao sentar em uma cadeira , deixada intencionalmente, próximo da cama….assim ficam 15 minutos de cadeira e +- 40 minutos de sono na cama…..ciclo se repete ha anos….raramente alivia….nos períodos de alivio , raros, parece que tem bichinhos andando pelo rosto que também tiram o sono……..fico pensando que as causas podem ser espiritual, psicológico, psiquiátrico, neurológico, biológico , hereditário…..um bom tema para pesquisas, teses, de velhos e novos profissionais, estudantes e cientistas da medicina e porque não recorrer á religiosos também……..já tentei de tudo, fisioterapias, remédios, consultas a neuro, clinica geral, massoterapia, homeopatia,quiropraxia, do in, shiatsu, acupuntura, simpatias, novenas…..dormir no chão duro, cama bem inclinada …., Obtive um alivio razoável descontinuando varias tarefas, trabalhos e ou atividades proporcionando até 3 hs as vezes 5 horas de sono…….no meu caso, basta assumir novos compromissos, novas preocupações e a SPI volta forte……tendo novidades posto aqui…..Deus nos inspire e aos profissionais de Saúde.

  12. Eu sinto essa coisa horrível que parece que tá comendo meus ossos das pernas e dos braços, tenho vontade de pegar uma faca e cortar pra ver se passa é a angustia mortal, já faço tratamento para sistema nervoso, com Rivotril e clonazepam. Não seiais que fazer.

  13. Olá, eu sinto um enorme desconforto nas panturrilhas e nas coxas pricipalmete quando me deito de brussos então eu faço massagem em ambos, levanto e alongo as pernas o que faz com que passe por um tempo.

  14. O meu dia é bem agitado, quando chega a noite, não consigo dormir, muitas vezes eu pego no sono bem rápido, mais logo acabo acordando com repuxo nas pernas, elas encolhe sozinha, isso é horrível, eu tenho que levantar e caminhar um pouco, eu viro de um lado para outro e nada adianta. Oque devo fazer? Obrigada gina

  15. Eu tenho também
    Meu encomodo e na parte de trás das pernas na altura do joelho tipo uma fadiga encontrolavel

  16. Terezinha, há diversas medicaçoes, caso se confirme que o que vc tem é SPI.
    Sugiro que procure um bom neurologista clinico, converse a respeito e veja as opções de remédios. Boa sorte.

  17. Bom dia tenho esses sintomas já sofro de insônia a 29 anos. Eu sinto um desconforto… estico a perna, encolho, é ter tive esse desconforto. O que devo fazer para melhorar!
    Aguardo retorno,
    Obrigada!!

  18. Meu filho está com treze anos ele é alto e vem reclamando já à algum tempo quando fica parado sente uma agonia na barriga ou no estômago por isso ele prefere ficar só deitado para melhorar o que pode ser isso estou muito preocupada.

  19. Eu tenho um desconforto horrível , só piorando a cada dias.. sinto necessidade de esticar as pernas , contrair os musculos pra passar esse encomodo . Mas nada adianta

  20. Sinto uma necessidade imensa em esticar e as x até dou socos nas pernas para ver se melhora essa coisa ruim que não me deixa dormir… Parece uma necessidade de estalar… esticar… sei lá o que… Será que existe algo para aliviar imediatamente isso?
    Obrigada

  21. Na gravidez do meu filho que hoje está com 1 ano e 4 meses, vira e mexe, à noite eu sentia um incômodo, gastura, não sei ao certo q nome usar, na perna direita. Me tirava o sono completamente. Tinha q ficar mexendo as pernas, batendo, sacudindo, enfim, tinha q movimentá-las para aliviar. Havia noites q eu chegava a chorar de desespero, pois eu estava chegando ao ponto de não dormir à noite toda por conta disso, e no outro dia ainda ter q trabalhar. Hoje estou grávida novamente, e este incômodo voltou. Não sei mais o q fazer. Na gravidez há tratamento para isso??

  22. Tenho muita comichão nas pernas; passo o tempo sentada, mas na cama é mais a comichão; coça e fico com espinhas de tanto coçar, e com ardor, mas também tenho esclerose múltipla; será que é da esclerose; isto acontece sempre nesta altura, depois passa; gostava de ajuda. obrigada.

  23. Meu Deus, nesses últimos meses, minhas pernas estão coçando demais, durante o dia coça tbm mas piora qndo me deito, coça mas coça demais, e o engraçado q é só as pernas, não consigo entender mas to muito preocupada é horrível a sensação, não durmo de calça pq desde pequena sinto formigamento, parece q tem algum bixinho andando por debaixo da calça, esse problema q eu tenho faz muito tempo, só q agora piorou. SOCORROOOOOO!!!

  24. Thais, sugiro procurar o neurologista clinico. seu sintoma lembra sindrome de pernas irriquietas.

  25. Sinto muita coceira, seja de noite ao me deitar ou de dia ao passar muito tempo sentada. Nao tenho muito a prática de fazer esportes e as vezes pego-me muito sedentária, isso tem algo a ver com essas coceiras horríveis que tenho de dia e principalmente de noite?

  26. Bom Dia, sinto essas coceiras ou formigamentos sempre que me deito ou passo muito tempo sentada.Achei até mesmo que fosse minha cama,o lençol ou o cobertor, mas mesmo depois de lava-los e etc continuo a me coçar,principalmente a noite.costumo tomar antialérgicos,mas de um tempo pra cá nao vêm mais fazendo efeito, não aguento mais esses formigamento me tiram o sono de noite e o sossego de dia.

  27. Tenho constantemente esse sintoma, de não conseguir dormir, por causa de tanta irritabilidade em minhas pernas, encomoda muito, tem dois metodos que uso e que da un resultado muito rápido, “passo um creme a base de canfora ou faço uso da AS, que dá um resultado instantaneio, devido a circulação, então passei a tomar todos os dia antes de deitar, e não sinto mais este incômodo, abraço.

  28. Antes eu sentia esse desconforto nas pernas. ..mas passava logo…era sempre depois de atividade física…só que desta vez veio com uma maior intensidade e ja estou sentindo a dois dias e não passa…meu pai tem Parkinson…será que tem algo a ver ????

  29. Antes eu sentia esse desconforto nas pernas. ..mas passava logo…era sempre depois de atividade física…só que desta vez veio com uma maior intensidade e ja estou sentindo a dois dias e não passa…meu pai tem Parkinson…será que tem algo a ver ????

  30. TENHO sequelas(poucas de TCE, e de Uns tempos pra cá passei a sentir muitas dores nas pernas, será que eu precisaria da repozição de FERRO? Estou achando que sim mas, antes falarei ao meu Neurologists, obg.

  31. oi meu nome e daniela sempre quando saio do banho ai me seco e pobho a roupa me da uma coceira um formigamento sensacao de algum bicho caminhando nas minhs pernas o que pode ser isso , fora q estou ficando com as pernas cheia de vazinhos

  32. Boa noite, tenho uma agonia terrivel nas pernas todas as noites so durmo mexendo elas pra la e pra ca, estico elas e aperto elas tambem. So q de um tempo pra ca vi q esta piorando cada vez mais, oq eu faço, sera q tem algum remedio pra passar essas agonias ?

  33. Tenho tb estes sintomas que chamo de ‘aflição nas pernas’ e é uma sensação muito incômoda. Nao da pra ficar errofparada muito tempo, tenho necessidade de esticar as pernas. Percebi q piora ao tomar muito café. E tb qdo me faltam nutrientes devido a uma alimentação pobre. Tenho grave tendência a anemia. Parei de sentir os sintomas ao ingerir ferro.

  34. Olá, boa noite!
    Uma hora da manhã e mão consigo dormir por conta desse formigamento nas pernas.
    Daí sei em busca de alguma orientação e achei esse post maravilhoso. Parabéns!
    Bastante esclarecedor e de fácil entendimento. Não sabia o que era isso é visto me ajudaram bastante. Muito obrigado!

  35. Obrigada por compartilhar seu conhecimento. Me identifiquei com a SPI. Fico aliviada de saber que não deve piorar muito os sintomas. Lembro-me que sentia esse incômodo quando fazia alguma cirurgia, ao final da anestesia. Mas depois comecei a sentir ao me deitar. Há 7 meses não tenho feito exercícios, meu desconforto tem sido mais frequente…vou me consultar com um Neuro, pois evito dormir fora de casa por conta disso…

  36. boa tarde, esses sintomas pioram com a gravidez? quando estou quase pegando no sono me acordo com um desconforto nas pernas tenho a necessidade de mexe-las, perdendo assim o sono… não sei se estoumexe-las mas estou sentindo isso a alguns dias..

  37. cristina, o melhor é consultar-se com um neurologista clinico. com a historia detalhada pode-se chegar à possivel causa.

  38. Eu procurando algo sobre isso, encontrei aqui, estou vendo que é mais comum do que eu pensava, eu achava que era porque faço uso de algumas drogas psiquiatricas.

  39. Nossa! Estou com esse mesmo problema, formigamento nas pernas e quando deito pra dormir sinto minhas pernas pesadas, junto com uma agonia, sensação horrível. Tenho que me movimentar e as vezes jogo agua gelada que ajuda. É estranho, incomoda .

  40. Boa Noite,

    Sempre tive coceiras nas pernas e não consigo coçar pq é interno, mas li esse site e não tinha ideia disse e nem como falar com o médico o que eu tinha, é agonizante na hora de dormir e com base no site vou procurar um neuro.

    Obrigado,

    Alessandro

  41. Dia 29 de setembro tive um ataque cardia desde então minhas pernas fica numa agonia a noite piora não consigo dormir por causa disso o que eu tenho?

  42. Sofria deste mal.Mudei uns hábitos não por esse problema mas sanou.Passei a dormir no escuro total.Melhorou a qualidade do sono.Faço uso de complementos vitaminicos e cl de magnesio. Não sei qual dessas mudanças ne beneficiou.

  43. ellen – sintomas podem ser de pernas irriquietas.

    PROCURE UM NEUROLOGISTA CLINICO.

  44. Boa noite,

    Eu sinto agonia nas pernas, ultimamente estou tendoesses sintomas mais a noite, mas sinto no durante o dia também, mas com menos freqüência.
    Sempre tentava alivar essa agonia molhando as pernas com água gelada, mas de uns tempos pra cá nao esta funcionando..tem alguma coisa caseira que posso fazer para ajudar aliviar?
    Que médico exatamente eu devo procurar?

    Obrigada.

    Elle

  45. ellen – quando puder não, procure logo. caso seja SPI o seu caso, e aparentemente, pode ser… o tratamento pode melhorar e bastante sua qualidade de sono…

  46. Boa noite, ou boa madrugada!!!
    Bem… faz alguns minutos que li esta pagina, enfim, agora são 00:54 horas, e eu estou aqui com uma coceira e fadigamento nas pernas, sem consegui dormir… Minhas pernas estão ficando com feridas devido a coceira, além de prejudicar meu sono, mas assim que puder procurarei o neuro…. Obrigado pelos posts..

  47. paloma, o ideal é passar com algum neurologista, pois os tratamentos disponiveis sao todos com remedios controlados, e deve ser feita investigação para ver se vc tem alguma outra causa ou se a sd das pernas irriquietas é primaria (sem causa organica detectada).

    procure um neuro. certamente prescrevera para vc as medicacoes mais usadas (pramipexole, ou levodopa, ou pregabalina), alem de pedir exs de sangue.

    e claro, ver se vc preenche criterios da sindrome.

  48. Eu tenho 18 anos e desde pequena tenho esses sintomas, mas tinha amenizado e esses últimos meses voltaram a aparecer, tenho em uma perna e aparecem quando deito para dormir, como posso tratar isso?

  49. pamy, o ideal é procurar o profissional, medico neurologista. a SPI, se for o seu caso, tem tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *